Páginas

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Para ti

Eu já disse, mas parece que preciso gritar para todos
Eu sinto sua falta
Tudo que estou dizendo por aí
ou fazendo
Derramando lágrimas e lamentando
Pode parecer exagero até certo ponto
Mas como eu já disse muitas vezes
minha mente é teimosa
Sou idiota e fico me iludindo com ideias nada agradáveis
Queria saber por que muitas pessoas pensam de cara no pior
Ao invéz de pensar numa hipótese mais "calma"
Eu sinto muito se tudo que digo direcionado a você seja tolo
Mas eu realmente sinto sua falta
Não somente de você, mas do que costumávamos fazer
E essa saudade não veio de repente
(veio após um pequeno incidente com meu celular he)
Não sei muito o que dizer
Não quero parecer idiota
Não quero que você saia de perto de mim
Sinto muito, de novo, se estou incomodando ou exagerando.

Notas: esse texto é mais uma tentativa de me acalmar quando eu fico nervosa. Meus pensamentos são muito exagerados, desculpa.

domingo, 14 de outubro de 2012

Peão

Um peão girando permanece no mesmo local
observando a mesma paisagem repetidas vezes
Ao parar, ele simplesmente cai
e assim permanece

Já pensou que nem tudo precisa ser como você quer?
Já pensou que você pode estar errado em muitas ocasiões?

Ignorância
vem de dentro da sua mente
Quanto desespero baseado em ideias tolas
Lágrimas desperdiçadas
sempre
E a mesma dança o peão realizará
Até que algo mude o seu caminho

Certo dia você me disse:
"Estarei sempre contigo, não importa o que aconteça"
Esse dia ainda existe em sua memória?
Ou você decidiu mudar o rumo de sua dança?

Uma brisa aqui, outra lá
Sempre interferindo nos movimentos
Não importa se eles se mostrem certos,
minha mente não irá aceitá-los

Teimosia
que caminha com as suas ações
Quanto desespero baseado em ideias tolas
Lágrimas desperdiçadas
sempre

Um peão girando permanece no mesmo local
observando a mesma paisagem repetidas vezes
Ao parar, ele simplesmente cai
e assim permanece
Até que algo o levante
e mude seu caminho

sábado, 13 de outubro de 2012

Estrelas tristes

  A janela estava aberta, de noite, e eu observava as estrelas. Tudo bem, eram poucas, mas me trouxeram várias lembranças. Gostávamos de observar as estrelas juntos quando viajávamos para a casa dos meus parentes. Sim, os momentos em família não nos permitiam nos aventurar um pouco, mas, mesmo assim, eram bons. Ao escurecer cada um ia para "o seu canto", fazer o que bem desejava. Era a hora certa para ficar a sós com Koichi. Nós dois conversávamos e observávamos as estrelas.
  Certo dia ele se virou para mim e disse que me amava, que queria passar belos dias ao meu lado. No princípio eu achei isso tudo um pouco estranho, já que éramos ambos homens e que ele era cinco anos mais velho que eu (eu tinha apenas 15 anos), mas isso passou rápido. Quanto mais tempo passava, mais eu percebia o quanto ele havia mudado minha mente, minha vida, meu coração e o jeito de ver o mundo.
  Certo dia, enquanto caminhávamos em um parque, dois homens estranhos se aproximavam. Andávamos de mãos dadas e rindo, como um casal faria. Mas, de repente, o homem mais alto atirou bem na cabeça de Koichi, me derrubou no chão e me espancou. Após isso uma mulher os viu e chamou a polícia,porém eles escaparam.
  Eu pude ser salvo,mas Koichi morreu na hora.
  Me lembro até hoje de quando ele dizia que mesmo que o destino nos separasse, estaríamos sempre na mente do outro. Em um lugar profundo ou não, mas estaríamos. Porém ador de tero perdido ainda é intensa e eu não consigo me sentir feliz com apenas lembranças.
  Sei que deve parecer exagero tudo isso, mas eu realmente não consigo viver sem ele.

Lembranças crueis

Lembro-me muito bem de quando você estava ao meu lado.
Aquele sorriso meigo
Aquelas mãos pequenas e sensíveis
Aqueles cabelos compridos e leves
Aquela pessoa maravilhosa

Costumávamos sair juntas
Descobrindo o que o mundo nos ofertava
Aproveitando a vida

Claro que haviam as brigas
Elas existem pra que a pessoa cresça

Às vezes eu só queria mandá-la se foder
Queria que morresse
Mas logo em seguida queria seu abraço
Queria seu colo
Queria sua voz
Queria seu beijo

E o que ela sentia?
Pois bem...
Digo que achava que era o mesmo
Que me amava
Que queria sempre estar ao meu lado,
mesmo após conflitos toscos
Que não me abandonaria

Mas um certo dia
Ela sumiu
Aquela pequena flor cresceu
E viu que havia uma vida melhor pra ela
Que não seria ao meu lado

Essas lembranças são cruéis
Me fazem chorar de dor e saudades
Me fazem querer me matar
Pois não sei o que fiz de errado para perdê-la

Queria ter aquela bela flor comigo sempre
Mas nada é para sempre
E o amor que eu sinto até hoje
Desaparecerá quando a minha hora chegar

Notas: estou emotiva.
E nada disso aconteceu comigo q

Você e o espelho


Todo dia você se olha no espelho, certo?
Vê aquela pessoa refletida
Bem na sua frente

às vezes se pergunta quem é
às vezes nem quer saber

"Você bem aí, sabe mesmo o que está fazendo?"
Você pergunta ao objeto
Pergunta a si mesmo

A dúvida permance

Sempre é preciso agir
Mas você tem receio disso

Sente medo
Medo de falar
Medo de sentir
Medo de ser rejeitado
Medo de ser feliz

Sente medo

Aquele ser que você vê bem na sua frente é mesmo você
E se não gosta do que vê
Precisa agir para mudar tal fato

Mas tem medo
Medo da reação dos outros

E, de repente, cria especulações que na sua mente são a mais pura e cruel realidade
Mas que, na verdade, não passam de tolas ilusões da sua mente

Você vê aquela pessoa que considera idiota

Idiota por ter medo
Idiota por não limitar seus pensamentos

Se sente sozinha
É somente seu reflexo
Solitário no espelho

Sua mente cria mais e mais ilusões
Que você não consegue se livrar

E pormais que saiba o quão idiota está sendo por cair nesses buracos
Continua com os olhos vendados
Sem ver qual será o próximo lugar para cair

Essa pessoa no espelho
Por mais que você a odeie
Reflete o que você é

Reflete o que não gosta de ser

E reflete alguém que gostaria de
ter coragem
e se libertar

Nota: sei lá, precisei escrever isso. Definindo mais ou menos quem eu sou e o que se passa na minha mente.